Câmara A+  
A-  
A 
Buscar no site:

Vereadores de Monte Belo rebateram declarações de membros do Executivo


Em 17/05/2016 - Vereadores de Monte Belo rebateram declarações de membros do Executivo

Muitos temas de grande importância foram debatidos pelos vereadores de Monte Belo durante a reunião ordinária do Legislativo no dia 17 de maio. Destaque para a repercussão de declarações de membros do Executivo no sentido de que as contas da prefeitura estão em dia. Também para reivindicações em diversas áreas, com maior ênfase para a manutenção da iluminação pública.

JURÍDICO E FINANÇAS - O vereador Nilson Donizette da Silva rebateu declarações do assessor jurídico do Executivo, Dr. José Salomão Neto, e Secretário Municipal de Finanças, Aloísio Santini, publicadas neste jornal em edição anterior. Na ocasião, afirmaram que a prefeitura de Monte Belo quitou todas as dívidas. “Não tem como dever, pois a cidade está praticamente parada e o prefeito não fez nada”, declarou o vereador. Criticou a falta de repasse das subvenções ao Hospital, asilo, APAE e outras instituições. Questionou a responsabilidade da administração municipal com a iluminação pública que apresenta muitos problemas, manutenção dos carros da área de saúde, conservação das estradas rurais, atendimento na área de saúde, abandono dos Distritos da Juréia e Santa Cruz da Aparecida. Sugeriu que, já que as contas estão em dia, seja efetuado o pagamento de direitos do funcionalismo “De nada adianta pagar e não fazer, deixando a população na mão”, criticou.

A vereadora Maria Aparecida Correa de Freitas manifestou insatisfação com críticas feitas pelo assessor jurídico e Secretário de Finanças quanto à atuação dos vereadores na fiscalização dos 36 veículos parados (considerando também máquinas e caminhões). Lembrou que as cobranças estavam sendo feitas há algum tempo, sem que providências fossem tomadas. “Não fizemos nada além da nossa obrigação”, justificou. Cobrou a recuperação da frota no prazo de dez dias, conforme anunciou o assessor jurídico, rebatendo alegação da existência de sucatas no pátio da prefeitura.

ENFERMAGEM E COVEIRO - Foram aprovados por unanimidade, dois projetos do Executivo que aumentam o número de vagas para os cargos de Técnico em Enfermagem (de 4 para 5) e Coveiro (de 2 para 3).

O vereador Luiz Carlos de Lima defendeu 4 vagas para o cargo de coveiro. Com isso, sendo possível atender de forma adequada a sede do município e os Distritos de Juréia e Santa Cruz da Aparecida. Além disso, evitando problemas quando os servidores entram em período de férias.

A vereadora Maria Aparecida Correa de Freitas também destacou a importância do projeto que aumenta as vagas para o cargo de coveiro. Valorizou o trabalho do servidor Zé Bento durante vinte anos, sendo que agora poderá ser efetivado.

PAVIMENTAÇÃO DE RUAS - Foi aprovado por unanimidade, projeto de Lei autorizando o Executivo a proceder a abertura de crédito especial no orçamento do município no valor de R$ 245.850,00. O recurso será aplicado na pavimentação de diversas ruas da cidade.

O vereador Luiz Carlos de Lima explicou que o recurso é oriundo de emenda parlamentar do deputado federal Carlos Melles, manifestando seu agradecimento. Projeto será encaminhado à Caixa Econômica Federal, possibilitando a liberação do recurso. Citou várias ruas do município que estarão recebendo o asfalto, beneficiando muitos moradores.

O vereador Antônio Marco Tranches também confessou enorme satisfação pela conquista viabilizada pelo grupo do Democratas de Monte Belo junto ao deputado Melles. Para ele, foi um trabalho árduo, difícil e complicado. Agradeceu os companheiros do DEM e empenho do parlamentar em prol do município.

HONRARIAS - Foram aprovados projetos de Decreto Legislativo autorizando a concessão de honrarias. Através do vereador Aloisio Boneli “Biscoito” serão entregues títulos de Cidadania Montebelense ao Sr. Vagner Donizetti Alves (diretor do jornal A Folha Regional) e à deputada federal Dâmina de Carvalho Pereira. Através do presidente Ricardo Prado, título de Cidadania Montebelense será entregue ao deputado federal Odair Cunha, atualmente Secretário de Estado de Governo de Minas Gerais.

Na mesma reunião, foi feita a apresentação de dois projetos de Decreto Legislativo ambos de autoria do presidente Ricardo Prado. O primeiro, dispondo sobre a concessão de Título de Cidadão Montebelense ao Sr. Francesco Cobúccio. O segundo, dispondo sobre a concessão de Diploma de Honra ao Mérito ao Sr. Giliard Antonio de Oliveira.

TELECENTRO E “PASSEIO” - O presidente Ricardo Prado apresentou indicação ao Executivo sugerindo que seja reativado o Telecentro Comunitário de Informática e ampliação do acervo de livros da Biblioteca Municipal Marechal Humberto Castelo Branco, instalados na sede da Secretaria Municipal de Educação. Segundo ele, livros podem ser adquiridos facilmente e gratuitamente através do Sistema Estadual de Biblioteca Pública Municipal.

Ricardo também sugeriu a construção de rampa para o acesso às pessoas portadoras de necessidades especiais no “passeio” da Escola Municipal Coronel João Evangelista dos Anjos. A escola foi reformada e adaptada no seu interior, restando a providência justamente na sua entrada.

ILUMINAÇÃO PÚBLICA - O vereador Natalino Batista Rosa reclamou de resposta à indicação de sua autoria informando a impossibilidade de colocação de poste de energia elétrica em rua do Distrito de Juréia. Apresentando quatro contas de energia elétrica, comprovando assim a cobrança da taxa de iluminação pública, o vereador solicitou o envio de ofício às autoridades competentes pedindo informações sobre o impasse, visto que os moradores pagaram a taxa durante vários anos e não contaram com o benefício. Também questionou a destinação do recurso arrecadado com a referida taxa. “Estamos num país que tem lei para tirar um presidente da República, mas será que não tem lei para tratar deste assunto?”, questionou.

O vereador Cláudio Donizete Pereira revelou que também tem sido cobrado quanto à manutenção da iluminação pública. Segundo ele, são muitas lâmpadas apagadas em toda a cidade e distritos. Assim, pediu explicações junto ao Executivo. Até porque tem conhecimento de que foi cancelado o convênio por falta de pagamento da AMOG, que contratou empresa para fazer a manutenção da iluminação pública.

O vereador Luiz Carlos de Lima sugeriu o envio de ofício ao presidente da AMOG, Álvaro Mariano Júnior (prefeito de Juruaia), pedindo esclarecimentos sobre a contratação da empresa para prestar o serviço nos municípios. Até porque, segundo informações, o município de Monte Belo deve R$ 80 mil para a AMOG. Para o vereador, o presidente da Associação deveria ter negociado com o município e não ter interrompido o serviço em prol da população.

DISTRITO DE JURÉIA - Natalino Batista Rosa ainda reclamou da situação de abandono da praça do Distrito da Juréia. Mesmo reconhecendo a falta de servidores, argumentou que se trata de um “serviço de urgência” porque a praça recebe muitos turistas. Em seguida, reclamou da falta de providências para solucionar problema de acúmulo de água em frente à residência do Sr. Célio Borges e transtornos com barranco ao lado do velório.

APARELHO DE RAIO X - O vereador Aloísio Boneli “Biscoito” manifestou agradecimento ao deputado estadual Sávio Souza Cruz, que atualmente é Secretário de Estado da Saúde de Minas Gerais. Isto porque o Secretário está destinando para Monte Belo um aparelho de Raio X no valor de R$ 100 mil. Lembrou que o parlamentar teve pouco mais de 400 votos no município e já viabilizou uma 01 ambulância UTI, 01 carro para a Polícia Civil e 01 carro para o setor de educação. Além disso, em breve estará destinando um micro-ônibus para o setor de saúde, contribuindo para o transporte de pacientes para atendimento na cidade de Alfenas.

ATUAÇÃO DE CÁSSIO SOARES - O vereador Cláudio Donizete Pereira parabenizou os colegas Luiz Carlos, Antônio Marco Tranches e Biscoito pelas conquistas viabilizadas. Concordou com a necessidade de valorizou os deputados que trabalham em prol do município. Neste sentido, destacou a atuação do deputado estadual Cássio Soares, citando conquistas como aparelhos de ultrassom e eletrocardiograma, veículos para o setor de saúde, material esportivo e cirurgias para pacientes.

Cláudio também reclamou de resposta sugerindo a aquisição de aparelho de mamografia. Conforme resposta do Executivo, a prioridade é a instalação em 100% do Programa Saúde da Família. Neste sentido, a aquisição de mamógrafo não é prioridade do município, que não dispõe de recursos financeiros para tal iniciativa. Mesmo reconhecendo a importância do PSF, afirmou que não considerar a mamografia uma prioridade é um verdadeiro descaso para com o povo. O vereador avisou que estará empenhado para conseguir o aparelho junto aos deputados Cássio Soares e Rodrigo Pacheco.

PROJETO AMAR - O vereador Antônio Marco Tranches agradeceu ao Secretário Lucinho pela colocação de placas no bairro Posses da Serra, atendendo reivindicação dos moradores. Em seguida, confessou satisfação pelo fato do Telecentro da Santa Cruz estar em pleno funcionamento. Considerando declarações de que as contas da prefeitura estão em dia, o vereador pediu que seja revisto o repasse de subvenção para o projeto AMAR, associação que atua junto aos cães soltos pelas ruas da cidade.

FAZENDO O TRABALHO DO EXECUTIVO - A vereadora Maria Aparecida Correa de Freitas parabenizou os colegas pelas conquistas viabilizadas junto a deputados, acrescentando: “Estamos fazendo o trabalho do Executivo”. Mas declarou esperar que o Executivo faça a sua parte, visto que já perdeu verba viabilizada por ela e colega Nilsinho em prol do Distrito de Santa Cruz da Aparecida.

APOIO À SANTA CASA - O vereador Luiz Carlos de Lima informou com satisfação que o evento Encontro de Carreiros arrecadou o valor de R$ 19.065,00 e duas sacas de café, recurso que foi entregue à Santa Casa através da provedora Juliana e presidente Vilma. Assim, agradeceu a todos que colaboraram com o sucesso do evento.

NOVAS CONQUISTAS - O presidente Ricardo Prado relatou que o piso salarial do professor no município é de R$ 1.140,07, sendo que o valor correto seria de R$ 1.281,36. O Executivo informou que já realizou o impacto financeiro, estando estudando a viabilidade de adequação do piso salarial dos professores. O vereador agradeceu a Secretária Marciléia (educação) pelo empenho. Em seguida, Ricardo manifestou insatisfação com a resposta do Executivo a respeito de várias outras indicações, sempre alegando “que vai estudar a matéria para ver a viabilidade e tomar as providências necessárias”. Para ele, a resposta é insuficiente e deve prestar esclarecimentos claros sobre cada indicação.

Ricardo Prado contou que esteve em Belo Horizonte na última semana, quando encaminhou projetos da prefeitura referente à reforma das quadras da Praça de Esportes no valor de R$ 50 mil para o deputado Emidinho Madeira. Cobrou informações sobre o término da reforma das piscinas. Também encaminhou o croqui da Praça da Estação do Distrito de Juréia para instalação da Academia ao Ar Livre no valor de R$ 20 mil. O presidente contou que conseguiu a viabilização de dois kits esportivos para o município, com distribuição do material para a Praça de Esportes, Distritos de Juréia e Santa Cruz da Aparecida. Também conquistou R$ 50 mil para a compra de mais uma ambulância, através do deputado Emidinho Madeira.

O presidente ainda pediu providências de melhorias na iluminação pública na Rua João Batista Vieira, 45, no bairro Jardim das Acácias, onde falta o fornecimento de energia há mais de seis meses. Providências também devem ser tomadas na Rua da Matriz, no Distrito de Juréia, onde também não tem poste. Como a prefeitura está fazendo licitação para a instalação de postes de iluminação, defendeu providências nos locais citados e vários pontos da cidade que tem lâmpadas queimadas.

Ricardo Prado também sugeriu a viabilização de diversos cursos no município através do projeto “Cozinha Brasil”. A iniciativa é gratuita, com o município apenas fornecendo energia elétrica, água e segurança. Por fim, convidou a população para o rodeio no Jardim São Mateus com diversas atrações, inclusive com renda beneficente à APAE no domingo (29/05).

Fonte: A Folha Regional