Câmara A+  
A-  
A 
Buscar no site:

Notícias do legislativo de Monte Belo


Em 05/08/2014 - Notícias do legislativo de Monte Belo

A reunião do Legislativo de Monte Belo no dia 05 de agosto revelou insatisfação dos vereadores com obras inacabadas no município. Impasse com o asfaltamento da Rua João Lopes mereceu amplo debate e cobranças. Destaque ainda para a necessidade de maior apoio da comunidade ao hospital local.

INDICAÇÕES AO EXECUTIVO - O vereador Aloísio “Biscoito” (PR) solicitou intervenção junto à Cemig para que seja feita a extensão de rede elétrica na Rua Antônio Ribeiro do Prado, localizada no bairro Bom Jesus. Justificou que há casas no local e os proprietários estão impossibilitados de fazer a ligação para o fornecimento de energia elétrica. Além disso, a falta de extensão prejudica os proprietários de terrenos que desejam construir casa própria.

O vereador Nilsinho (PMDB) sugeriu a construção de um velório no bairro rural Posses da Serra. O pedido tem por objetivo atender reivindicação dos moradores, visto que o bairro não possui local edificado apropriado, sendo necessária a utilização do velório do município ou residências do bairro.

O vereador Ricardo Prado (PR) sugeriu a implantação do processo de coleta seletiva de lixo. Argumentou que, de acordo com lei federal, a seleção, destinação e responsabilidade com o lixo passa a ser das prefeituras. Observou que a questão da destinação do lixo na cidade foi solucionada, sendo os resíduos levados para o aterro sanitário da cidade de Alfenas. Portanto, agora resta a implantação do processo de coleta seletiva de lixo no município. Solicitou a mobilização de toda comunidade, além da distribuição de lixeiras específicas para papel, plástico, metal, vidro, material orgânico e resíduo não reciclável. Solicitou ainda o estabelecimento de pontos de coleta em cada bairro da cidade e zona rural.

Ricardo Prado ainda solicitou providência de manutenção do primeiro mata-burro do bairro rural Posses da Serra, o qual está totalmente danificado prejudicando os veículos que por ali trafegam. Acrescentou que houve várias ocorrências relacionadas às precárias condições, bem como acidentes ocorridos no local.

CRECHE E LOMBADAS NA JUREIA - O vereador Natalino Batista Rosa (PT) relatou que está sendo procurado por várias pessoas do Distrito de Jureia reivindicando a reabertura da creche na localidade. Isto porque muitas crianças estão sendo transportadas para Monte Belo em veículos lotados e em condições inadequadas. Além disso, outras crianças precisam ser atendidas, pois as mães estão empregadas.

O vereador Claudinho confirmou a cobrança pelas mães e necessidade de reabertura da creche na Jureia. Até porque existe o número suficiente de alunos para que a providência seja tomada.

Natalino ainda voltou a reivindicar a implantação de redutores de velocidade em três locais no distrito de Jureia, sendo: esquina da Rua Rafael Marques com a Rua 3, avenida central (em frente à barraca de festas) e praça da estação. “Será que três lombadas custam milhões de reais?”, indagou demonstrando indignação com a falta de providências.

CAMPO DE FUTEBOL - O vereador Nilson Donizette da Silva (PMDB) revelou ter tomado conhecimento de que para que utilizar o campo de futebol da cidade os atletas são obrigados a pagar o valor de R$ 150,00 por jogo para cobrir despesas com a iluminação. Nilsinho considerou o fato um verdadeiro absurdo e indagou sobre os investimentos no esporte do município. Além disso, lembrou a cobrança da taxa de iluminação pública, sendo que os valores não são aplicados em melhorias. Segundo tomou conhecimento, o valor é pago ao funcionário responsável pelo campo, sem que passe pelo setor de tributação do município. Assim, solicitou o envio de ofício ao Executivo pedindo esclarecimentos a respeito.

MAIOR APOIO AO HOSPITAL - O vereador Nilsinho (PMDB) relatou que manteve contato com a diretoria do Hospital, quando foi destacada a necessidade de maior apoio na campanha “Mãos Amigas”. Assim, conclamou que a população manifeste maior apoio à entidade, participando efetivamente da contribuição. Chegou a relacionar as vantagens (exames, consultas e descontos) aos participantes da referida campanha.

O vereador Marquinho Tranches (DEM) considerou muito importante o apoio ao hospital e a necessidade da população ter consciência da dificuldade da saúde pública no país. No caso de Monte Belo, entende que a população tem respondido positivamente em todas as ocasiões em que é chamada a ajudar a Santa Casa local. Lembrou melhorias já promovidas no hospital, inclusive com vereadores viabilizando recursos importantes através de diversos deputados. Por fim, informou que estará trabalhando na “campanha do café” em prol da entidade.

O vereador Ricardo Prado (PR) informou a realização de festa em prol do hospital neste final de semana, com o sorteio de vários brindes. Assim, convidou todos a participar e ajudar a entidade.

O presidente Luiz Carlos do Doti (DEM) lembrou ações no passado que impediram o fechamento do hospital. Também valorizou o trabalho de diversos deputados na viabilização de recursos importantes para a melhoria na infraestrutura. O vereador ressaltou que o maior problema é o pagamento dos funcionários. Considerou importante a contribuição “Mãos Amigas”, mas ainda insuficiente. Para ele, seria possível firmar convênio com a Cemig e Copasa para a doação de recursos através das contas, com a devida autorização dos moradores. Com isso, garantindo a arrecadação contínua de recursos para a entidade.

IMPASSE NA RUA JOÃO LOPES - O vereador Nilsinho (PMDB) ainda comentou problemas com obra de asfaltamento na Rua João Lopes. Segundo ele, a largura é diferente em alguns pontos (6 metros, 5.40 metros e até 4 metros). Mesmo que o asfaltamento seja positivo, a situação poderá gerar perigo no trânsito de veículos. Para ele, as correções devem ser feitas neste momento para evitar problemas futuros. Assim, solicitou o envio de ofício ao Executivo para que as falhas sejam corrigidas a tempo.

O vereador Marquinho Tranches (DEM) solicitou o envio de ofício ao Executivo pedindo informações a respeito do projeto da Rua João Lopes. Revelou que o prefeito fez uma promessa a sua pessoa, juntamente com o presidente Luiz Carlos, mas o projeto foi alterado. “É mais uma obra que vai ficar inacabada”, reclamou. Marquinho também criticou obras inacabadas da rodoviária, quadra do Bom Jesus e creche Pró-Infância.

O presidente Luiz Carlos do Doti (DEM) confessou estar envergonhado, pois mediu a rua várias vezes e conferiu a extensão de 1000 metros. Segundo ele, há 38 anos os moradores aguardam a melhoria em todas as administrações municipais. Agora, através do governador Anastasia e deputados Melles e Arantes, os recursos foram conseguidos para a execução da obra. Confirmou compromisso do prefeito de que a obra seria concluída da forma solicitada. Porém, trechos foram deixados de lado, além de obras de meio-fio. Assim, também reivindicou que a obra seja concluída adequadamente com recursos próprios. Acrescentou que projeto dos deputados Melles e Arantes no valor de R$ 383 mil para concluir todos os pontos de terra da cidade. Em seguida, projeto será viabilizado para o Distrito de Santa Cruz da Aparecida.

O vereador Claudinho (PR) informou ter tomado conhecimento de um novo projeto foi elaborado para completar a obra, sendo levantado o custo de R$ 36 mil. Portanto, ouviu a garantia do prefeito de que a obra seja executada na totalidade. Também informou que a obra da rodoviária será concluída, sendo que a creche da Pró-Infância está praticamente pronta. Por fim, acrescentou que será executado o asfalto na chegada do cemitério da Jureia.

ESTRADAS RURAIS - Cláudio Donizete Pereira (PR) comentou que grande parte das estradas rurais do município ainda não recebeu o cascalho neste ano. Inclusive, foi procurado por moradores do bairro Serra Escura solicitando a melhoria. Porém, manifestou confiança na garantia dada pelo Secretário de Obras de que o serviço será executado.

Claudinho ainda informou que será retomado o transporte dos grupos folclóricos do município para participação em eventos na região. Para ele, os grupos religiosos também necessitam do atendimento.

Marquinho Tranches (DEM) parabenizou o Secretário de Obras pelo serviço executado nas estradas rurais, inclusive com cascalhamento em diversos pontos. Acredita que, até a chegada das chuvas, as estradas estarão em boas condições.