Câmara A+  
A-  
A 
Buscar no site:

Notícias da reunião de 17 de Março


Em 24/03/2015 - Notícias da reunião de 17 de Março

A reunião do Legislativo de Monte Belo no dia 17 de março foi bastante movimentada. Impasse com a manutenção do serviço de iluminação pública voltou a gerar debate e muita polêmica. Destaque ainda para projetos aprovados e outros temas comentados pelos vereadores.

INDICAÇÕES AO EXECUTIVO - O vereador Natalino (PT) apresentou reivindicações que representam melhorias no Distrito de Juréia. Ou seja, colocação de um alambrado em volta da caixa de água, instalação de rede elétrica e manutenção do cemitério, bem como a extensão de rede elétrica e iluminação pública na Praça da Matriz, próximo à residência da Sra. Dinah Benedita Batista.

O vereador Marquinho Tranches (DEM) sugeriu o cascalhamento em todas as entradas e saídas de mata burro e pontes de toda a zona rural do município.

Os vereadores Nilsinho (PMDB) e Biscoito (PR) pediram o cascalhamento na estrada do bairro rural Munho, onde dá acesso à casa da Sra. Nenê (e duas tias) e também à moradia do Sr. Moacir do Orico.

O vereador Claudinho (PR) também pediu o cascalhamento nas estradas rurais de todos os bairros do município que necessitam de manutenção. E ainda solicitou providências no sentido de dar andamento nos processos de escrituração dos terrenos encaminhados ao ITER para fins de legalização.

O presidente Ricardo Prado (PR) sugeriu a contratação de um profissional de educação física para o grupo da 3ª Idade do município. E também a instalação de um Telecentro Digital no prédio desativado da Escola Zuleide de Podestá, no bairro Posses da Serra.

PROJETOS APROVADOS - Foi aprovado em primeiro turno projeto de Lei que acrescenta artigo à Lei nº. 2.562, de 04 de maio de 2011, que autoriza o Poder Executivo a celebrar convênio de cooperação com o Estado de Minas Gerais, para o fim de estabelecer uma colaboração federativa na organização, regulação, fiscalização e prestação dos serviços públicos municipais de abastecimento de água. Os vereadores Nilsinho (PMDB) e Maria Aparecida (PSD).

Foi aprovado por unanimidade, projeto autorizando o Executivo a proceder a abertura de crédito especial no orçamento vigente de 2015 do município de Monte Belo, por superávit financeiro na fonte do exercício de 2014, no valor de R$ 365.100,00 para manutenção do ensino infantil e aquisição de equipamentos e materiais permanentes para ensino infantil - apoio às creches.

Foi aprovado por unanimidade, projeto de Lei do Legislativo, de autoria do vereador Biscoito (PR), dando denominação às ruas sem nome no Distrito de Juréia. Também foi aprovado por unanimidade outro projeto de Lei do Legislativo, de autoria do vereador Marquinho Tranches (DEM), alterando o Art. 1º da Lei Municipal nº. 2.618, de 31/05/2012. Com isso, instituindo o “Dia da Bíblia” no município de Monte Belo.


CONTINUA A POLÊMICA DA ILUMINAÇÃO PÚBLICA

O vereador Marquinho Tranches (DEM) pediu a leitura de ofícios enviados pelo Executivo em resposta às suas solicitações. Destaque para esclarecimentos sobre a empresa vencedora de licitação para prestação de serviço de manutenção preventiva e corretiva do sistema de iluminação pública. Trata-se de construtora Siqueira Cardoso Ltda. (CSC), com sede na cidade de Passos. Acrescentou que a empresa já está trabalhando na região e a informação é que de que num prazo de dez dias estará em Monte Belo. O telefone para atendimento à população é 0800 606 5086. Marquinho agradeceu ao colega Claudinho, líder do prefeito, pela resposta encaminhada.

A vereadora Maria Aparecida (PSD) revelou que tentou contato pelo menos 100 vezes no número informado, mas não conseguiu atendimento. Sempre foi informada de que todos os atendentes estavam ocupados. “Isto é fazer o povo de besta. É chamar o povo de burro. Este telefone não atende. É uma palhaçada com a população montebelense”, desabafou. A vereadora cobrou respeito para com a população e os esclarecimentos necessários.

O vereador Luiz Carlos do Doti (DEM) citou matéria publicada na última edição deste semanário informando o número do telefone para substituição de lâmpadas queimadas. Em seguida, comentou o grande número de lâmpadas apagadas em todos os municípios que participam do consórcio. Sugeriu que a empresa CSC faça um cronograma de trabalho e informe a população. Para ele, somente uma empresa não conseguirá atender a demanda. O vereador ainda criticou a Cemig pelas constantes falhas no fornecimento e dificuldade de atendimento através do telefone 116.

O vereador Nilsinho (PMDB) questionou a estrutura da empresa responsável pelo serviço. Para ele, a mesma deveria ter dois funcionários em cada cidade. Também manifestou que o prefeito deveria ter cobrado providências por parte da Cemig.

O vereador Claudinho (PR) comentou a resposta sobre a empresa, confirmando que num prazo máximo de dez dias serão promovidos os reparos nas lâmpadas da iluminação pública de Monte Belo, inclusive nos distritos de Jureia, Santa Cruz e Posses da Serra.

O presidente Ricardo Prado (PR) comentou que o 0800 somente recebe ligações de telefone fixo. Com isso, sugeriu que a empresa responsável disponibilize um número para receber ligações de telefone celular para cada cidade. Desta forma, facilitando os contatos por parte de população.


OUTROS TEMAS - Foi apresentado projeto de Lei de autoria do vereador Biscoito (PR) prestando homenagem a José Bueno de Almeida (“Zezé Bonelli”), sendo que seu nome dará denominação a rua do Distrito de Jureia. A iniciativa mereceu comentários do seu autor e elogios dos colegas. A repercussão merecerá destaque na cobertura jornalística da próxima reunião do Legislativo, quando o projeto deverá ser votado e aprovado.

A vereadora Maria Aparecida (PSD) comentou com satisfação o mutirão realizado no último domingo para a emissão de 130 documentos de identidade. Manifestou agradecimentos ao detetive Dodô, Inspetor Djalma, equipe da Banca Volante do Instituto de Identificação da Polícia Civil de Belo Horizonte e ao presidente Ricardo pela cessão do espaço da Câmara. No final, lamentou a falta de apoio por parte do Poder Executivo local.

O vereador Marquinho Tranches (DEM) informou que a realização da Campanha do Leite, na Sexta-feira da Paixão, em favor da APAE. A produção conseguida através de doação será revertida em prol de melhorias para a entidade.

O vereador Luiz Carlos do Doti (DEM) agradeceu ao Secretário de Obras pelo cascalhamento de estrada rural de acesso ao bairro da Rancharia. Segundo ele, realizando um excelente trabalho, o que não acontecia há quarenta anos.

O vereador Claudinho (PR) voltou a reivindicação a instalação de sistema de som no velório municipal, sendo esta uma iniciativa importante. Também reivindicou a instalação de um padrão de energia elétrica no centro do cemitério, facilitando os serviços no local.

O vereadorNilsinho (PMDB) relatou a situação precária no Distrito de Santa Cruz, reivindicando a urgente colocação de cascalho na localidade. “Não deixar para o ano que vem, que faça agora. No ano de eleição fica aquela correria e fazendo tudo pela metade”, criticou.

O vereador Natalino (PT), aproveitando o debate sobre iluminação pública, relatou que há três anos os moradores de quatro residências na Praça da Matriz no distrito de Juréia pedem a instalação de um poste no local. Mesmo sem a melhoria, os moradores pagam a taxa de iluminação pública. Voltou a pedir uma providência imediata de colocação do referido poste.

O presidente Ricardo Prado (PR) foi irônico ao comentar as dificuldades e sofrimentos dos moradores do Distrito de Juréia, citando as indicações do colega Natalino. Disse: “Vamos rezar para que seja feita alguma coisa na Juréia. Na Santa Cruz, vamos rezar dobrado”.

Fonte: A Folha Regional - Ed. 1236