Câmara A+  
A-  
A 
Buscar no site:

Na Câmara de Monte Belo


Em 08/05/2015 - Na Câmara de Monte Belo

Lixo, iluminação pública, homenagens, mamografias e identidades. Estes foram os principais temas debatidos pelos vereadores na reunião da Câmara de Monte Belo no dia 05 de maio, que não contou com a presença do vereador Luiz Carlos do Doti (DEM).


HOMENAGENS -Foram aprovados por unanimidade projetos do Legislativo dando denominação a ruas, concedendo Títulos de Cidadania e Diploma de Honra ao Mérito.

Por iniciativa do vereador Aloísio Biscoito (PR), o deputado estadual Luiz Sávio de Souza Cruz será agraciado com o Título de Cidadão Montebelense e a Sra. Ana Maria Ruela com o Diploma de Honra ao Mérito.

Por iniciativa da vereadora Cida (PSD), será concedido Diploma de Honra ao Mérito ao Sr. Donizeti Cássio Bonifácio Pereira. A vereadora valorizou o trabalho do conhecido “Detetive Dodo” em prol da comunidade, sendo merecedor da honraria.

Por iniciativa do vereador Marquinho Tranches (DEM), Títulos de Cidadania Montebelense serão entregues aos profissionais Minoru Shinoda e Arnaldo da Costa. Segundo o vereador, Mironu Shinoda reside no município há 39 anos, com grande atuação na Emater e área social, inclusive fazendo parte da diretoria do hospital. Quanto ao cidadão Arnaldo da Costa, o vereador explicou que se trata de Arnaldo da Emater, que atua no município há 21 anos, também sendo atuando em movimentos sociais.

Por iniciativa do presidente Ricardo Prado (PR), receberão Diplomas de Honra ao Mérito a Sra. Amália dos Anjos Abrão e o Sr. Vitor Justino de Moraes. Ricardo relatou que a Sra. Amália estará completando 99 anos de idade no mês de agosto, sendo que há 76 anos contribui com a Paróquia local. Já Vitor Justino é o Juiz de Paz no município, sendo que há 40 anos atua em favor da população.


COLETA DE LIXO -Através de indicação ao Executivo, o vereador Claudinho (PR) sugeriu que o caminhão coletor de lixo que se encontra sem utilização pelo município seja disponibilizado para a realização dos trabalhos de coleta na cidade, agilizando a prestação deste tipo de serviço à comunidade. Com isso, seriam 02 caminhões, 01 motorista e 04 servidores, atuando mediante o devido planejamento.

O vereador Nilsinho (PMDB) aproveitou para reivindicar melhores condições de trabalho para os servidores que atuam na coleta do lixo, tais como os equipamentos necessários. Também criticou o fato do caminhão permanecer carregado de lixo durante a noite, podendo esta situação danificar o veículo. Para ele, os dois caminhões podem ser utilizados. Por fim, pediu providências quanto à colocação irregular na estrada que dá acesso ao bairro Posses da Serra. Sugeriu a proibição deste tipo de prática ou colocação de caçamba no local.


300 MAMOGRAFIAS -O vereador Claudinho (PR) ainda comunicou que entre os dias 09 a 19 do mês de junho serão realizados 300 exames de mamografia para atender mulheres com idade entre 50 e 69 anos. Assim, orientou as mulheres interessadas a fazer o agendamento na Secretaria Municipal de Saúde. O trabalho será desenvolvido através de caminhão específico da Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais.

Claudinho ainda pediu providências quanto aos terrenos sujos na cidade. Relatou que no bairro Jardim das Acácias, um terreno da prefeitura está em precária situação com mato alto, cobras e outras complicações.


IDENTIDADES PRONTAS -A vereadora Cida (PSD) teve aprovado pedido de envio de ofício ao prefeito solicitando a colocação de poste de iluminação na altura do nº. 525 da Rua João Sebastião da Silva, no bairro Bom Jesus. Argumentou que os moradores estão pagando pela iluminação pública, mas não são beneficiadas com este tipo de serviço. Relatou que pedido foi feito pela moradora Imaculada Conceição de Oliveira. A vereadora ainda contou que foi procurada pela moradora Cidinha, do bairro Serra Escura, reivindicando melhorias na estrada rural da localidade, principalmente com a colocação de cascalho. Por fim, Cida ainda informou que estão prontas as identidades feitas através de mutirão que aconteceu na Câmara num trabalho desenvolvido pela Banca de Belo Horizonte. Portanto, o documento pode ser retirado na delegacia local.

O vereador Marquinho Tranches (DEM) argumentou que três vereadores (ele, Cida e Nilsinho) já apresentaram indicação sobre a Rua João Sebastião da Silva. Como nenhuma providência foi tomada até o momento e os moradores pagam iluminação pública há quatro anos, aconselhou que os moradores buscassem seus direitos junto ao Ministério Público pedindo ressarcimento do dinheiro por parte da prefeitura.


CRECHE NO BOM JESUS -O vereador Nilsinho (PMDB) lembrou que havia encaminhado ofício à Secretaria de Educação pedindo a reabertura da creche no bairro Bom Jesus. Na resposta, foi informado de que está sendo feito levantamento da demanda de alunos de 0 a 3 anos de idade para estudar a viabilidade de reabertura da creche. Salientou ainda que no ano de 2013 houve uma queda expressiva no número de alunos, tornando inviável o atendimento na referida unidade de ensino. Também esclareceu que existem vagas disponíveis em outras creches. Nilsinho não se deu satisfeito pela resposta encaminhada, principalmente quanto à alegação da falta de crianças. Segundo ele, diariamente recebe pedidos de reabertura da creche, entendendo que adequações podem ser feitas para atendimento à população. No final, sugeriu que os pais procurem a Secretaria de Educação para fazer o devido cadastramento.

O vereador Aloísio Biscoito (PR) esclareceu que, atendendo pedido da Secretária, pessoalmente contratou duas pessoas para fazer o levantamento das crianças do bairro Bom Jesus. Assim, são 49 crianças identificadas com idades de 0 a 4 anos. Assim, espera que num prazo máximo de três meses a creche seja reaberta na localidade.


LUZ E ÁGUA - O vereador Natalino Batista Rosa (PT) avisou: “A novela de poste e luz vai continuar”. Em seguida, reclamou a falta de colocação de poste na Rua Dona Dina, sendo poderia atender a quatro residências. No entanto, os moradores estão na escuridão e pagando a iluminação pública. Natalino novamente cobrou providências a respeito. Em seguida, comentou a indicação que fez em reunião anterior sobre a fiscalização do consumo indiscriminado de água no Distrito de Juréia. Segundo ele, a situação melhorou bastante e não será necessária nenhuma medida mais drástica. Porém, o vereador cobrou a instalação de hidrômetros, sendo que a prefeitura alegou que não dispõe de recursos para esta providência. Em sua opinião, cabe ao proprietário providenciar o cavalete, sendo que o hidrômetro é de responsabilidade da Copasa.


PREFEITO FOI VAIADO - O presidente Ricardo Prado (PR) apresentou duas indicações ao Executivo. Na primeira, sugerindo a colocação de cascalho na Rua Aristides Coimbra, no Distrito de Juréia, atendendo pedido da moradora Selma Rodrigues. Segundo ele, os moradores enfrentam problemas de tráfego no local, principalmente no período de chuvas. Na segunda indicação, o vereador reivindicou a construção com urgência de um redutor de velocidade (“lombada”) na Rua Rosa, no bairro Por do Sol, em local próximo ao pátio municipal. Acrescentou ser este um pedido da moradora Maria Irene de Fátima.

Outros assuntos comentados pelo presidente Ricardo Prado:

- solicitou envio de ofício ao Secretário de Obras pedindo providências na Rua Edvaldo Silva Paixão, onde o morador Giovane Bastos alegou falta de iluminação. Moradores ainda estão jogando entulhos na via pública, dificultando o acesso do morador à sua residência. Em outro ofício, pediu providências quanto a buraco ao lado da APAE;

- reivindicou a colocação de cascalho nas estradas dos bairros rurais Posse dos Lopes e Rancharia, ligando à propriedade do morador Vardo. Situação idêntica ocorre no bairro Serra Escura. Para o vereador, o problema acontece porque a prefeitura está sem dinheiro e devido em posto de combustível;

- reclamou da falta de coleta de lixo no bairro Posses da Serra, sendo que o serviço fica até quinze dias sem ser prestado na localidade. O vereador sugeriu melhor planejamento, alertando que o lixo pode gerar focos do mosquito da dengue;

- parabenizou os organizadores do Rodeio promovido no Distrito de Juréia. Segundo ele, o evento alcançou grande sucesso. Mas relatou que o prefeito foi vaiado quando entrou na arena e vários palavrões foram proferidos por pessoas na arquibancada;

- relatou parceria entre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e empresa especializada no recolhimento de óleo de cozinha para reciclagem. Os moradores podem participar encaminhando o óleo de cozinha já utilizado até o Supermercado Vila Rica I e II e escolas do município, sendo que a empresa fará o devido recolhimento;

- comentou que o grupo Demolay de Monte Belo apresentou aos vereadores o projeto “Cabe uma árvore aqui”. O projeto tem o objetivo de reflorestar a cidade, especialmente locais públicos. A cidade já foi mapeada e 65 árvores serão plantadas.

Fonte: A Folha Regional - Ed. 1243