Câmara A+  
A-  
A 
Buscar no site:

Impasse com Emater debatido na Câmara de Monte Belo


Em 05/08/2011 - Impasse com Emater debatido na Câmara de Monte Belo

Diversos temas de interesse da comunidade foram debatidos durante a reunião da Câmara de Monte Belo ocorrida no dia 02 de agosto. O debate mobilizou os vereadores, principalmente, com respeito ao impasse com a Emater e reivindicações salariais dos professores.

 

LIXEIRAS E ANIMAIS -O vereador Gilmar João de Oliveira Eloy (“Eloy” - PR) lembrou indicação feita por ele há algum tempo sobre lixeiras na cidade. Assim, pediu que o responsável pela limpeza pública verificasse a situação e tomasse as providências cabíveis ainda neste ano. No mesmo sentido, solicitou medidas para evitar animais soltos pela cidade, fato que vem gerando problemas para a comunidade.

 

EXEMPLO DE VIDA -A vereadora Maria Aparecida Correia de Freitas (“Cida” - PV) informou aos moradores do bairro Posse da Serra que o Sr. Evair Araújo Bueno, gerente regional da Cemig, comunicou que neste mês estará visitando a localidade e fazendo a reavaliação das contas de várias residências. Assim, orientou os moradores para enviar as contas para a Câmara para que a situação seja avaliada.

Cida ainda prestou justa homenagem ao jovem José Reinaldo de Fátima. Nascido e residente na zona rural de Monte Belo, não conseguia ler e interpretar textos até os 20 anos de idade. Agora esta cursando a segunda etapa do Curso de Medicina na UNAERP, depois de ser diplomado em enfermagem no ano de 2008. A vereadora fez a leitura de uma belíssima biografia do jovem, contando sua história de vida de dificuldades e vitórias pessoais.

A vereadora ainda informou que a máquina da prefeitura estaria executando melhorias nos bairros Tormenta e Barreiro nesta semana. Nestes locais, também seria feita a colocação de cascalho, atendendo ao anseio dos moradores.

Cida terminou garantindo que esta empenhada, juntamente com o colega Nilsinho, em prol de melhorias no asfalto das ruas do bairro Por do Sol. O presidente Nilsinho informou que esteve com o Secretário Alexandre, sendo que o mesmo garantiu que estaria tomando providência nos próximos dias.

 

IMPASSE COM A EMATER -A vereadora Osmarina Maria Aparecida de Moraes Rocha (“Marina do Sindicato” - PSDB) solicitou o envio de ofício ao prefeito questionando sobre o impasse vivido com a permanência do escritório local da Emater. Contou que vem participando de algumas cobranças a respeito, pois o escritório esta fechado há mais de dois meses. A liderança argumentou que a Emater é muito importante para os produtores rurais do município. Tomou conhecimento da existência de uma negociação, mas reclamou da falta de um desfecho mais rápido. Assim, pediu que o prefeito tomasse providências para que o impasse seja superado.

- O presidente Nilson Donizette da Silva (“Nilsinho” - PMDB) revelou que manteve contato com o prefeito, sendo informado que houve negociação com o responsável pelo órgão em Guaxupé. Com isso, a prefeitura já acertou a situação junto à Emater, restando uma dívida anterior no valor de R$ 17 mil que está sendo questionada pela administração. O valor se refere a porcentagem extra de parcela do FPM – Fundo de Participação dos Municípios, no montante de R$ 400 mil. A Emater cobra que o valor de R$ 17 mil faça parte do repasse para o órgão, mas o prefeito avisa que somente pagará mediante decisão judicial. O vereador também concordou que o prefeito deve observar a situação com maior atenção e carinho para que o município não seja prejudicado com a possível saída do órgão.

 

FURNAS E EDUCAÇÃO - A vereadora Osmarina Maria Aparecida de Moraes Rocha (“Marina do Sindicato” - PSDB) ainda informou que Furnas esta com o edital aberto e tem R$ 5 milhões em projetos para atender entidades como hospitais, creches, APAE, área da saúde, associações e outros segmentos. Assim, projetos devem ser elaborados. Aconselhou que as entidades de Monte Belo fossem orientadas a respeito, pois o edital será fechado no dia 15 de agosto. Lembrou que Furnas já atender a várias entidades de Monte Belo.

Marina ainda comentou resposta da Secretaria Municipal de Educação sobre reivindicação de melhorias salariais para a classe feita através da Profa. Ariene. Para ela, não haveria a necessidade do servidor pedir aumento, pois é uma necessidade clara. Além disso, os professores deveriam receber aumentos automáticos. A vereadora também argumentou que a capacitação dos professores deve ser permanente, contando com salários dignos.

- O presidente Nilson Donizette da Silva (“Nilsinho” - PMDB) comentou a respeito e disse que na verdade a classe não esta pedindo aumento. Mas apenas o direito adquirido dos professores. Lembrou que foi aprovado projeto aumento o valor das diárias da secretaria. Citou que na semana anterior aconteceu curso em Guaranésia, sendo que os professores do município não tiveram ajuda do município e pagaram os custos do próprio bolso. O vereador pediu que os professores tenham o apoio necessário para a sua capacitação.

- O vereador Cláudio Donizete Pereira (“Claudinho” - PR) lembrou que a Profa. Ariene fez a reivindicação através da Câmara. Portanto, uma iniciativa justa e que merece atenção. A professora ainda solicitou à sua pessoa na última semana sobre uma resposta do Executivo. O prefeito garantiu que esta estudando o impacto financeiro, visando assim conceder aumento aos professores, bem como ao funcionalismo de uma forma geral. A expectativa é conceder um reajuste de, no mínimo, 5%. O vereador considerou o índice pequeno, argumentando que se a defasagem existe nada mais justo que adequar os salários.

 

ESPORTE E EDUCAÇÃO -O vereador Cláudio Donizete Pereira (“Claudinho” - PR) reclamou da situação de abandono do campo de futebol do bairro Bom Jesus. Contou que foi procurado pelo pessoal do time Vila Nova e esteve no local verificando a situação, com alambrado quebrado, gramado destruído e outros sérios problemas. Sugeriu que o prefeito determine um funcionário para atuar de forma permanente no campo, visando a sua recuperação e manutenção. Reclamou ainda da situação da quadra no mesmo bairro, sem condições de ser utilizada pela comunidade. “Na verdade, o esporte acabou no nosso município há alguns anos”, disse. Pediu providências como campeonatos, material esportivo e todo incentivo ao setor.

-O presidente Nilson Donizette da Silva (“Nilsinho” - PMDB) corroborou com o colega sobre o campo do Bom Jesus, pedindo melhorias também em campos de outros bairros como na Juréia e Santa Cruz. “O nosso jovem não tem onde praticar esportes”, reclamou. Pediu que o prefeito, como professor, dedique maior atenção ao esporte e educação. Até porque os professores também não sendo respeitados, precisando de maior dignidade no exercício da profissão.

- O vereador José Aparecido Alves (“Coelho” - PR) relatou que cobrou sobre a reforma da Escola Estadual Cel. Evangelista junto à Secretária de Educação. Até porque havia o compromisso de que a escola seria reformada até o mês de agosto, o que efetivamente não aconteceu. Porém, o vereador conta que recebeu uma boa notícia, pois o prefeito estará assinando o convênio nos próximos dias.

 

CRÍTICAS À CEMIG -O presidenteNilson Donizette da Silva (“Nilsinho” - PMDB) declarou que a Cemig esta “deixando a desejar” em Monte Belo. Isto devido às constantes interrupções no fornecimento de energia elétrica na cidade, Juréia, Santa Cruz e outros bairros. Pediu o apoio dos colegas no envio de ofício ao presidente da Cemig solicitando providências. Contou que em muitas ruas da cidade existem problemas com a fiação elétrica, podendo ocorrer acidentes.