Câmara A+  
A-  
A 
Buscar no site:

Falta de água no distrito de Santa Cruz mobilizou moradores junto ao Legislativo de Monte Belo


Em 25/06/2018 - Falta de água no distrito de Santa Cruz mobilizou moradores junto ao Legislativo de Monte Belo

A reunião ordinária do Legislativo de Monte Belo, no dia 19 de junho, foi marcada pela presença de moradores do Distrito de Santa Cruz da Aparecida. Os vereadores repercutiram o problema de falta de água na localidade e os debates foram incisivos. Acompanhando a reunião, o vereador Kleber (Alterosa) que foi citado de forma elogiosa por vários vereadores.

ACABARAM COM TUDO NA SANTA CRUZ

O vereador Gilmar Ferreira foi direto ao falar sobre a situação enfrentada pelos moradores da Santa Cruz: “Acabou tudo lá”. Fez referência à escola, creche e agora o problema com a falta de abastecimento de água. Lembrou obras do então prefeito Pedro Veínho na localidade, como reforma do campo e vestiário, asfalto, escola e creche. “Hoje, é uma vergonha, fecharam tudo”, criticou. Gilmar afirmou que é preciso contar com uma bomba reserva para evitar a falta de água. Em seguida, afirmou que “se o povo da Santa Cruz aprender a votar”, numa outra administração poderá voltar a escola, creche e toda movimentação na localidade.

Gilmar ainda comentou que o morador Luciano do Doti e outros cafeicultores estão sem estrada, situação que prejudica devido ao início da colheita do café.

O presidente Claudinho também criticou a falta de água na Santa Cruz, considerando uma falha grave por parte do secretário que deveria agir com prevenção com uma bomba de reserva. Entende que o abastecimento através de caminhão pipa ajuda, mas não soluciona o problema. Anunciou que a prefeitura adquiriu uma bomba por R$ 13 mil que deverá chegar em breve.

BOMBA RESERVA TAMBÉM NA JURÉIA

O vereador Valdir Francisco da Silva (“Pezão”) relatou que procurou o prefeito no sábado, 16/06, quando cobrou providências quanto ao problema de falta de água na Santa Cruz. Por sua vez, o prefeito afirmou que o caminhão pipa estava socorrendo os moradores. Também justificou que a prefeitura não tinha condições no momento para buscar a bomba adquirida. A expectativa era de que a bomba chegasse na segunda-feira, 18, o que não aconteceu até a terça-feira (dia da reunião da Câmara). Pezão também concordou com a necessidade de uma bomba reserva na Santa Cruz e Juréia. O vereador contou que chegou a pedir apoio do deputado Renato Andrade para a solução do problema.

Pezão ainda convidou para a inauguração da iluminação do campo do Bom Jesus na sexta-feira, 22 de junho, conquista viabilizada através do deputado Ulysses Gomes.

POLITICAGEM NOJENTA E INCOMPETÊNCIA

A vereadora Maria Aparecida Correia de Freitas (“Cida”) comentou declaração de que “nada vai para a Santa Cruz”. Concordando com a situação, lembrou que já foram conquistadas duas emendas para a localidade, uma delas no valor R$ 250 mil para asfaltamento. Na época, o então prefeito Ronaldo Teixeira estava no final do mandato. A Caixa não aprovou o projeto e, para não perder o recurso, foi feito o asfaltamento perto do barracão do Anísio. Depois, o deputado Geraldo Tadeu colocou mais R$ 250 mil em emenda, totalizando então R$ 500 mil que seria para a Santa Cruz. “Por politicagem nojenta, porque o recurso foi conquistado por mim e vereador Nilsinho, o prefeito da gestão passada, por incompetência, deixou perder o dinheiro”, criticou. Segundo disse, o então prefeito perdeu o prazo de entrega de uma certidão na Caixa e a verba voltou. Por fim, apoiou os moradores na reivindicação sobre o problema da falta de água.

Um cidadão no auditório questionou a atitude dos vereadores que aprovaram as contas do ex-prefeito Humberto. Gilmar Ferreira respondeu dizendo que o mesmo deveria se candidatar a vereador e vencer a eleição para usar uma cadeira na Câmara. Em seguida, parabenizou a colega Cida pelas palavras. Disse ainda que a atual administração tem dois anos para cumprir as promessas feitas. A vereadora Cida também rebateu crítica do cidadão na plateia, pedindo respeito para com o plenário.

MAIS DOIS ANOS PARA CUMPRIR

O vereador Antônio Marco Tranches (“Marquinho Tranches”) afirmou que a discussão não leva muita coisa à população e deixa um clima ruim entre os vereadores. Entende que a comunidade está correta em fazer a cobrança, não concordando com a falta de água e reconhecendo a necessidade de melhorias para a Santa Cruz. Declarou que o prefeito tem mais dois anos de administração e deve cumprir o que prometeu para o bairro. Também comentou que a bomba foi adquirida e está chegando, sendo necessário solucionar o problema o mais breve possível. Em seguida, Marquinho pediu o envio de ofício ao Executivo pedindo a colocação de postes para levar a energia até a bomba de água, reivindicação que vem fazendo deste o mandato anterior. Também pediu ao encarregado pelas estradas a execução de melhorias em diversos morros do município, evitando problemas no período de chuvas.

COPASA NA JUREIA

O vereador Nilson Donizette da Silva (“Nilsinho”) destacou o esforço do Secretário Lilinho, que arrumou um caminhão para levar água até Santa Cruz. Também concordou com a necessidade de uma bomba reserva, manifestando confiança na solução do problema. Em seguida, revelou que em breve a Copasa estará sendo responsável pela água na Jureia, o que poderá acontecer também na Santa Cruz. Até porque hoje tudo fica sob a responsabilidade da prefeitura e “a carga vai pesando”. Neste momento, os moradores presentes no auditório manifestaram de forma contrária. Nilsinho revelou as dificuldades da prefeitura, novamente reconhecendo o esforço do secretário responsável. “Podem ter certeza de que as promessas feitas para a Santa Cruz serão cumpridas”, garantindo água e asfalto para a localidade.

SEM REPASSES DO GOVERNO ESTADUAL

O vereador Pezão retomou a palavra e falou sobre a falta de repasse ao município por parte do governo estadual. Citou, por exemplo, que são muitas verbas para a Santa Cruz sem a necessária liberação, citando obras como asfalto e fossa séptica. O presidente Claudinho foi direto ao dizer que o governo estadual não está repassando nem a sua obrigação, quanto mais o asfalto pretendido. Assim, entende que é preciso executar com emenda parlamentar e recurso próprio.

RECURSOS CONQUISTADOS E SANTA CRUZ

O vereador Ricardo Ribeiro do Prado (PT do B) anunciou a conquista de recursos da ordem de R$ 120 mil através do deputado estadual Lafayette de Andrada para reforma do salão da Praça de Esportes. Bastante contente, lembrou que já conquistou R$ 250 mil para a reforma da piscina da Praça de Esportes, recurso perdido por duas vezes na gestão passada.  Em 2016, conquistou recursos junto ao deputado estadual Emidinho Madeira para a reforma da quadra, obra que está em execução. Reclamou que até o momento não foi instalada a Academia ao Ar Livre no Distrito de Jureia. Ricardo revelou que também encaminhou pedidos em prol da comunidade de Santa Cruz, mas até o momento nenhum deputado atendeu.

Ricardo lembrou que quando trabalhou no distrito de Santa Cruz, entre 2004 e 2010, também houve falta de água. Citou ainda fato ocorrido na Jureia em 2016, quando o então prefeito não quis atender a comunidade. O vereador pediu respeito, pois todos são iguais e pagam seus impostos.

Ricardo solicitou o envio de ofício pedindo informações sobre a demora na conclusão das obras na creche municipal Orminda Barbosa Vieira. Manifestou satisfação, pois tomou conhecimento de que a estação ferroviária será reformada, sugerindo que uma parte do salão seja usada como Casa da Cultura. Já os demais cômodos podem ser usados pelos departamentos municipais. No final, comentou a respeito do 1º Encontro de Carros Antigos de Monte Belo neste domingo, 24 de junho, inclusive com feijoada beneficente à APAE.

AINDA OS VEREADORES MERCENÁRIOS

O vereador Aluísio Antônio Boneli Almeida (“Biscoito”) confessou indignação com a situação de falta de água no Distrito de Santa Cruz. Afirmou que os moradores tem total razão ao reclamar. “É uma vergonha deixar faltar água na Santa Cruz”, disse. Manifestou seu apoio aos moradores, avisando que logo no dia seguinte manteria contato com o deputado Sávio Souza Cruz solicitando o apoio necessário. 

Biscoito lembrou que na reunião anterior o vereador Pezão afirmou que o Secretário Lilinho chamou os vereadores de mercenários. Assim, pediu o envio de ofício convocando o secretário para prestar esclarecimentos na Câmara. Nilsinho garantiu que o Secretário não fez tal afirmação contra os vereadores.

O vereador ainda anunciou a conquista de um ônibus de 40 lugares através do deputado Sávio, sendo que o veículo será utilizado no transporte de pacientes para Alfenas.

SEMPRE LUTANDO PELO POVO

A vereadora Rosária Aparecida de Souza (“Rosária do Bom Jesus”) manifestou tristeza com os fatos ocorridos no Distrito de Santa Cruz, principalmente por são possível ajudar de forma isolada. Entende que é preciso deixar o passado para trás, revendo o presente e buscando a união de todos. Aconselhou o fim de encrenca e confusão, sempre visando ajudar o povo. “Temos que brigar e lutar pelo povo”, disse. Afirmou que os moradores tem o direito de falar e cobrar as autoridades em qualquer lugar. Também garantiu seu apoio para a solução do problema. Por fim, pediu o envio de ofício solicitando a extensão de rede elétrica no lado de cima do canteiro da Av. Alberto Hermenegildo dos Anjos, no bairro Bom Jesus, inclusive com abaixo-assinado de moradores.

PRESIDENTE

O vereador Cláudio Donizete Pereira (“Claudinho” - PRTB) manifestou confiança na solução do problema da água na Santa Cruz o mais rápido possível. Concordou com morador sobre a necessidade de limpeza da fonte, fazendo a mesma reivindicação ao Executivo. 

VOTAÇÃO DIVIDIDA

Foram aprovadas as contas municipais referentes ao ano de 2015, sendo prefeito à época o Prof. Humberto Fernandes Maciel. A votação aconteceu em escrutínio secreto, com as contas sendo aprovadas pelo apertado placar de 5 votos favoráveis e 4 contrários.